Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra

Agronegócio com Bolsonaro, e Bolsonaro com os produtores rurais

Agronegócio com Bolsonaro, e Bolsonaro com os produtores rurais

Por Valdir Edemar Fries

Frente a frente, sempre firme e objtivo em seus pronunciamentos, desde a pré candidatura ainda em 2017, conhecendo as bases, participando de eventos e divulgando seus propósitos, garantiram os 49.275.358 de votos ao Presidenciável JAIR BOLSONARO.

Além das reuniões e eventos que Jair Bolsonaro participou desde sua pré campanha, das quais eu particularmente tive a oportunidade de participar em algumas ocasiões, posso confirmar que passei a acreditar em seu patriotismo e sua disposição em GOVERNAR O BRASIL.

Com organização e planejamento de agenda, permitiram ao candidato a Presidente Jair Bolsonaro, de participar diretamente de manifestações em defesa do setor produtivo do AGRONEGÓCIO BRASILEIRO, como foi o caso da sua participação no MANIFESTO VERDE AMARELO contra a cobrança do passivo do FURURURAL, realizado pelos produtores rurais em Brasilia, ainda no dia 4 de abril de 2018, e tantos e tantos outros manifestos e feiras que se fez presente pessoalmente, até o dia do episódio que o tirou da campanha, mas não o tirou da disputa eleitoral, o que obrigou a nós produtores rurais, assumir e fortalecer a sua campanha em todo o Brasil.

Bolsonaro durante o Manifesto Abril Verde e Amarelo

Bolsonaro durante o Manifesto Abril Verde e Amarelo

Toda esta disposição e demonstração de interesse em defender os produtores rurais, propondo garantir instrumentos de segurança das propriedades rurais, e disposição em promover o desenvolvimento econômico e social do setor produtivo da AGROPECUÁRIA BRASILEIRA, fez com que as lideranças de toda cadeia do AGRONEGÓCIO se envolvesse diretamente em sua campanha eleitoral já no primeiro turno. Milhares abraçaram sua campanha desde a sua pré candidatura, e milhões depositaram seu voto firme e seguros, outros milhares de eleitores, com seus votos úteis, se somaram na reta final, garantindo a vaga para continuar na disputa neste segundo turno.

Agora, mais do que nunca, produtores rurais de todo o País já estão de mangas regaçadas para enfrentar a batalha do segundo turno, e garantir a vitória eleitoral de JAIR BOLSONARO,  e ser o nosso PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Sou produtor rural, pequeno produtor familiar, onde produzimos o suficiente para sobreviver e se manter na atividade, enfrentando toda insegurança no campo, e jurídica. Embora a Constituição federal nos garanta instrumentos para podermos produzir, e garantir a segurança alimentar a todos os Brasileiros, temos enfrentado nos últimos anos uma verdadeira “melícia” de Organizações Não Governamentais, “FINANCIADAS” com dinheiro público, que se multiplicam e se somam, e a cada dia que se passa, tem provocado cada vez mais invasões de propriedades, depredação de patrimônio, destruições de plantações, matança de animais, sem falar de todo processo do terrorismo ambiental.

Por UM BRASIL ACIMA DE TUDO, e para assim nos ver livre de uma DITADURA COMUNISTA, que planejam implantar no País, já explicito no “Fórum de São Paulo”, nos dispomos a enfrentar a batalha contra o aparelhamento do Estado e do “projeto de poder” que a esquerda tenta recuperar.

Nós produtores rurais de todo o País, devemos nos sentir responsáveis, e responsáveis que somos pelo setor produtivo da AGROPECUÁRIA BRASILEIRA, certos de que o COMUNISMO não deu certo em lugar nenhum, e sabendo que a FOME CAUSA MISÉRIA, devemos nos unir em defesa dos nossos interesses políticos para nos garantir na atividade, e para garantia da segurança alimentar de todos os Brasileiros deste imenso País…

Para tanto…

Só nos resta uma esperança, JAIR BOLSONARO PRESIDENTE.

Valdir Fries é produtor rural em Itambé (PR).

Fonte: Blog de Valdir Fries