Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra

Lideranças do agro se reunirão para discutir Funrural e novo ministro da agricultura

Lideranças do agro se reunirão para discutir Funrural e novo ministro da agricultura

Por Antonio Pinho

Nesta terça-feira, dia 6, lideranças do agro, que integram do Grupo do Funrural, se reunirão em Brasília para tratar das perspectivas do setor diante do novo cenário criado com a vitória de Jair Bolsonaro.

Estarão presentes Jeferson Rocha (Andaterra/CDAagro-SC), Sérgio Pitt (Andaterra), Antônio Galvan (Aprosoja-MT), Braulio Gomes (ASPLAN-RN), o deputado federal Jerônimo Goergen, entre vários outros representantes de sindicados e associações do setor agropecuário.

Na pauta estará o debate das novas estratégias para a aprovação do PL9252/2017, projeto de lei de Jerônomo Goergen que põe um fim no passivo do Funrural, questão esta que tem gerado enorme preocupação dos produtores rurais. Também se abordará, nesta reunião, a Resolução do Senado nº 15/2017, que estabeleceu um marco legal para a extinção do passivo, e tem servido de amparo jurídico em ações judiciais – muitas das quais já ganhas – que pedem o fim da cobrança do Funrural. O objetivo é fazer com que os órgãos que compõe o Executivo – Procuradoria-Geral da Fazenda e Receita Federal – observem as determinações da Resolução nº 15, aprovada já há 1 ano pelo Senado.

Num segundo momento, se fará um balanço do resultado das eleições presidenciais, com uma avaliação das novas perspectivas que se abrem com a radical mudança nas políticas voltadas ao agronegócio. Mudança esta que foi dos grandes temas da campanha do presidente Jair Bolsonaro.

Talvez o ponto mais importante do encontro seja a discussão sobre a escolha do novo ministro da agricultura. A maior parte das lideranças do agro apoiam Nabhan Garcia para a pasta da agricultura. Garcia, inclusive, estava presente no encontro que as lideranças do agro tiveram com Bolsonaro, no Rio de Janeiro, logo após o segundo turno, e é um nome muito cotado para assumir a pasta da agricultura.

O deputado Jerônimo Goergen também tem sido apontado como uma possível opção para o ministério. Goergen é um dos grandes defensores das pautas do agro, como o fim do passivo do Funrural e da tipificação de invasão de terras como ato terrorista. Ambas as propostas são também defendidas por Bolsonaro.

Grupo do funrural