Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra

Algemas verdes e o desenvolvimento econômico no Brasil

Algemas verdes e o desenvolvimento econômico no Brasil

Veja a comparação entre as áreas destinadas para o uso agropecuário no Brasil e EUA, as áreas reservadas ou preservadas e a dimensão do território preservado no Brasil. Preservar as áreas nativas brasileiras é defender a herança dos brasileiros que ainda irão nascer, mas isso não pode se transformar em algemas verdes para o desenvolvimento do Brasil.

Por Luiz Philippe de Orleans e Bragança  

O Brasil destina atualmente 66,3% do território nacional como área protegida e preservada. Apenas 30,2% do território é reservado para uso da agropecuária. Os dados são do MAPA.

É importante comparar com o cenário dos EUA, onde 74,3% do território é reservado para uso agropecuário. Vale ressaltar também que os Estados Unidos também são um país com dimensões continentais, tal qual o Brasil.

A área protegida e preservada em todo Brasil pode abrigar 28 países da Europa. É necessário, entretanto, cuidar para que essa proteção não se torne uma algema verde.

O agro brasileiro representa 21% do PIB e 33% de todos os empregos do Brasil.

ONGs e outros organismos internacionais, todos sediados em países já desenvolvidos e que já exploraram suas áreas nativas quase em sua totalidade, atuam para que o Brasil restrinja ainda mais a exploração de seu território. Observe o mapa acima. Qual país possui e preserva sua área nativa como o Brasil? Qual sofre a mesma pressão internacional por cada lei e norma do setor que entra em tramitação?

E sabendo que a maioria dessas restrições são baseadas em argumentos ideológicos, em grande parte infundados, imagine o que seria possível fazer sem tantas restrições.

Fonte: Site de Luiz Philippe de Orleans e Bragança