Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra

Senadora Soraya é contra taxar exportações do agro

Senadora Soraya é contra taxar exportações do agro

No que depender da senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), o Senado não reincluirá a taxação das exportações agropecuárias na reforma da Previdência. Embora tenha sido rejeitada pela Câmara dos Deputados, a proposta consta do relatório do senador Tasso Jereissati, o que causa preocupação a entidades do setor, como a Andaterra – coordenadora nacional do Movimento Brasil Verde e Amarelo, o agro em defesa das reformas.

“Tudo que for para taxar [a sociedade], eu vou votar contra, porque não é esta a proposta do nosso governo. Somos liberais na economia, e o brasileiro já tem uma carga tributária insustentável”, disse Soraya ao AGROemDIA, na noite dessa quarta-feira (28), durante a 7ª Festa do Leitão no Rolete, promovida pela prefeitura de São Gabriel do Oeste (MS), em Brasília.

Presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado, já em seu primeiro mandato, Soraya acrescentou ainda que a agropecuária brasileira vive um momento de dificuldade. “O nosso agro está perdendo competitividade em certos produtos, como arroz e leite, para a Argentina e o Uruguai, porque não suporta mais [a carga tributária].”

Soraya adiantou que pretende trabalhar para que seja apresentada um destaque supressivo para barrar a taxação sobre as exportações do agro. A proposta de tributar as vendas externas no setor foi incluída por Jereissati na segunda parte do relatório, que vai compor uma PEC paralela. “Sou absolutamente contra taxar e aumentar [impostos]”, reforçou a parlamentar sul-mato-grossense.

FonteAGROemDIA, com Felipe Porto