Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra

Coronavírus avança enquanto cientistas descobrem um medicamento usado para tratar piolhos que pode matar células da Covid-19

Coronavírus avança enquanto cientistas descobrem um medicamento usado para tratar piolhos que pode matar células da Covid-19

Por Daily Mail

Tradução de Thiago Vieira

Verificou-se que um medicamento antiparasitário para piolhos disponível no mundo todo mata a Covid-19 em laboratório dentro de 48 horas.

Um estudo coordenado pela Monash University demonstrou que uma dose única do medicamento Ivermectina poderia interromper o crescimento do vírus SARS-CoV-2 na cultura de células.

“Descobrimos que mesmo uma dose única poderia remover todo o ARN* viral – (removeu efetivamente todo o material genético do vírus) em 48 horas e que, mesmo em 24 horas, houve uma redução realmente significativa dele,” disse o Dr. Kylie Wagstaff, do Monash Biomedicine Discovery Institute.

Imagem 1: cientistas do Monash University descobriram que a medicação antiparasitária Ivermectina pode matar células do coronavírus (Foto: equipe do hospital na clínica de testes em Adelaide).

Cientistas do Monash University descobriram que a medicação antiparasitária
Ivermectina pode matar células do coronavírus (Foto: equipe do hospital na clínica de
testes em Adelaide).

Apesar de que não se saiba como o Ivermectina trabalha no vírus, o medicamento provavelmente interrompe o comprometimento da capacidade das células hospedeiras de eliminá-lo. Para os cientistas, o passo seguinte é determinar a dosagem humana correta, para ter certeza de que o nível usado in vitro é seguro para humanos.

“Nos momentos em que estamos tendo uma pandemia global e não há tratamento aprovado, se tivéssemos um composto que estivesse disponível no mundo todo, isso poderia ajudar as pessoas mais cedo”, disse Wagstaff.
“Realmente, levará um tempo até que uma vacina esteja amplamente disponível.”

Os cientistas esperam que possa levar um mês até que os testes possam ser feitos em humanos.

Antes que a Ivermectina possa ser usada para combater o coronavírus, é necessário financiamento para realizar testes pré-clínicos e ensaios clínicos. A Ivermectina é um medicamento antiparasitário aprovado pela FDA (Food and Drug Administration), que se mostra também eficaz in vitro contra vírus, incluindo o HIV, a dengue e a influenza.

O estudo é um trabalho conjunto do Monash Biomedicine Discovery Institute e do Peter Doherty Institute of Infection and Immunity.

Os resultados do estudo foram publicados na Antiviral Research.

* Ácido ribonucleico.

Fonte: Daily Mail

Tradução de Thiago Vieira. E-mail para contato profissional: tkv1986@gmail.com 

Andaterra imagem associe-se