Brasil lidera produtividade agropecuária mundial

Por Antonio Pinho

O agronegócio é uma ilha de excelência em meio a tantos problemas e conflitos. Parece que todas as forças se uniram para destruir justamente o setor mais dinâmico e próspero da economia brasileira. Nosso produtor rural é um herói que enfrenta mil obstáculos todos os dias para gerar empregos e riquezas.

Apesar de tantas notícias econômicas ruins nos últimos dois anos, o agro é uma exceção. No aspecto geral da economia, temos uma década perdida, porque vai demorar pelo menos um decênio para recuperar o estrago gerado pela era PT. Enquanto o Brasil patina, o agro cresce. A média de crescimento da agropecuária nos últimos anos tem sido de 4,28%.

Confira a notícia abaixo:

Estudos feitos pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos mostram que o Brasil é um dos países em que a produtividade mais cresce. De 2006 a 2010, o rendimento da agropecuária aumentou 4,28% ao ano no Brasil, seguido pela China (3,25%), Chile (3,08%), Japão (2,86%), Argentina (2,7%), Indonésia (2,62%), Estados Unidos (1,93%) e México (1,46%).

Os pesquisadores americanos usaram o indicador expresso em Produtividade Total dos Fatores (PTF), que considera todos os produtos das lavouras e da pecuária e os relaciona com os insumos usados na produção.

De acordo com o coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Garcia Gasques, o aumento da produtividade agrícola tem sido a forma mais segura de suprir as necessidades crescentes de alimentos em todo o mundo.

“Ao longo dos últimos 50 anos, o crescimento da produtividade permitiu ofertas mais abundantes de alimentos a preços mais baratos”, assinala Gasques. “No Brasil, isso pode ser verificado pela redução dos preços reais de grãos relevantes na alimentação humana, como, por exemplo arroz, milho, soja e trigo.”

Com ganhos de produtividade obtidos nos últimos anos na agricultura, destacou o coordenador da SPA, o Brasil deixou de ser país importador de alimentos, com enormes crises de abastecimento, e se transformou em um expressivo exportador de uma pauta diversificada de produtos agropecuários.

Crescimento da produção
A taxa média de crescimento da produtividade agropecuária no Brasil foi de 3,58% ao ano entre 1975 a 2015. Na década de 2000, a média foi de 4,08% ao ano. “Isso mostra que a agricultura tem crescido principalmente com base na produtividade. No Brasil, essa variável é responsável por cerca de 90% do crescimento da produção, enquanto que 10% se deve aos insumos”, salienta Gasques.

Três tecnologias são consideradas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) como essenciais ao aumento da produtividade da agricultura brasileira: viabilização da segunda safra de verão (safrinha); resistência genética às principais doenças e plantio direto na palha.

O estudo sobre o crescimento da produtividade brasileira foi publicado na revista EuroChoices agri-food and rural resource issues, na edição deste ano, nas versões em inglês, francês e alemão.

Fonte

***
Produtor rural, associe-se à Andaterra – Associação Nacional de Defesa dos Agricultores, Pecuaristas e Produtores da Terra.

andaterra logo

Posted in Sem categoria

Next Post

Soluções para o Funrural

Qua Mai 17 , 2017
  Entre as várias propostas apresentadas para a solução da questão do Funrural, a Andaterra defende estas três soluções: 1 – No judiciário, por meio da Reclamação 27049 movida pela Andaterra junto ao STF; 2 – No senado, através do Projeto de Lei do senador Caiado (PLS 132/2017) que pede […]