Andaterra trabalha pelo não aumento da carga tributária no senado

Por Antonio Pinho

Há o risco da aprovação da Reforma da Previdência no Senado passar a taxação das exportações agropecuárias, com a cobrança do Funrural. Houve essa tentativa de aumento da carga tributária quando a reforma tramitava na Câmara. Mas a articulação dos produtores rurais, em especial do Movimento Brasil Verde e Amarelo, que reune mais de 70 entidades do agro, impediu que a majoração dos impostos fosse aprovada na Câmara. 

A Andaterra, em conjunto com o Movimento Brasil Verde e Amarelo, tem trabalhado intensamente para evitar o aumento da carga tributária no contexto da Reforma da Previdência. Com esse intuito, tem trabalhado junto ao Senado no esclarecimento dos congressistas do compromisso do atual governo da não majoração da carga tributária.  Um exemplo desse trabalho é o ofício que a Andaterra enviou a senadora Soraya Thronicke, que tem se manifestado contrária a qualquer criação de novos impostos.

Neste ofício, a Andaterra recorda que a tributação das exportações fere as promessas de campanha do atual governo, e que contraria as demandas do agro, setor que formou uma das grandes bases de apoio à eleição de Bolsonaro.

Confira o ofício na íntegra abaixo:

soraya ofício

Posted in Sem categoria

Next Post

Indígena diz que as queimadas na amazônia são feitas por ONGs

Seg Set 16 , 2019
Por Antonio Pinho Tem circulado na internet o vídeo abaixo de uma mulher indígena afirmando que as queimadas na Amazônia são provocadas por ONGs como retaliação ao governo Bolsonaro. Não há como afirmar a veracidade desta denúncia. Mas, é muito estranho que se crie uma polêmica internacional, na qual o […]