Sen. Soraya Thronicke apresenta emenda para por fim a taxação das exportações

Por Antonio Pinho

A senadora Soraya Thronicke apresentou hoje, dia 16, emenda a PEC da Reforma da Previdência para impedir que as exportações agropecuárias sejam taxadas.

A Andaterra sugeriu a senadora este texto a senadora Thronicke que tem a finalidade de eliminar da Reforma da Previdência a possibilidade de taxação das exportações do setor agropecuário. “Precisamos agora de 27 assinaturas. Pressionem seus Senadores!”, escreveu a senadora Thronicke em suas redes sociais, logo após ter protocolado a emenda.

“Soraya Thronicke, mais uma vez, essa guerreira em defesado Agro, nos defendendo contra o aumento de imposto na PEC 133/19, a chamada PEC paralela”, comemorou Jeferson Rocha, da Andaterra e do Movimento Brasil Verde e Amarelo.

“Agora está nas mãos de vocês. Mandem mensagens, liguem para seus senadores para que assinem junto com a senadora Soraya essa emenda que impede a oneração das exportações do agronegócio brasileiro”, completou Rocha.

No texto desta emenda, como justificativa, afirma-se que “acabar com essa imunidade [tributária nas exportações] aumentaria a carga tributária sobre a produção de alimentos, notadamente em relação às commodities agrícolas como soja, a carne, a exportação de gado em pé, dentre outros produtos que pagam o chamado Funrural, contribuição de 1,2 a 1,5% sobre a receita bruta da comercialização da produção.”

O impacto no aumento da carga tributária para o setor agropecuário é estimado por volta de R$ 60 bilhões em 10 anos. Tal elevação dos impostos tem potencial de um grande impacto negativo sobre o agro, pois cada real a mais pago em tributos é um real a menos no investimento a produção. Assim, tributar as exportações diminuirá o potencial de crescimento so agro na próxima década.

Confira abaixo na íntegra a emenda da senadora Soraya Thronicke:

emenda soraya 1

emenda soraya 2

Posted in Sem categoria

Next Post

FUNRURAL: Governo apresenta proposta para acabar com passivo

Ter Set 17 , 2019
O Ministério da Economia já tem uma proposta quase pronta para resolver o chamado passivo do Funural. A ideia é reabrir o Refis Rural, a fim de que os produtores possam fazer a renegociação, e extinguir parte do passivo a partir de janeiro de 2020, informa a edição desta terça-feira […]